27 agosto 2007

No meio dos Javalis

Fêmea de Javali (Sus scrofa) observa-me atentamente enquanto a sua prole alcança a segurança.

Conforme se pode facilmente constatar pela fotografia esta fêmea ainda se encontra a amamentar as suas crias (clique com o botão esquerdo do rato sobre a imagem para ampliá-la).

Uma das situações mais delicadas que pode suceder a qualquer amante da Natureza numa caminhada pelas nossas serras diz respeito ao encontro imediato com uma vara de Javalis (Sus scrofa).
Em locais com baixo índice de furtivismo e boa cobertura vegetal é relativamente frequente observarem-se nesta altura do ano grupos familiares constituídos por 1 ou 2 fêmeas acompanhadas pela respectiva prole. Na maioria das ocasiões os suídeos limitam-se a continuar o seu caminho, por vezes iniciando uma fuga a toda a velocidade. Pode contudo suceder que uma das fêmeas devido ao nosso posicionamento inadvertido nos considere uma ameaça real para as suas crias. Nessa altura ela não foge: antes encara-nos permitindo assim que os seus filhotes alcancem a segurança. Inclusivamente pode-se decidir por uma carga sobre o incauto naturalista!
Estes momentos de enfrentamento (que feliz ou infelizmente já tive a oportunidade de experimentar) são instantes inesquecíveis, carregados de tensão. Correspondem a raras circunstâncias que nos obrigam a recordar que a fauna ibérica, apesar de milénios de condicionamento e temor ao Homem, não pertence a ninguém e transporta ainda bem viva a centelha da liberdade...

4 comentários:

NL disse...

Por falar em Javalis. Envio este pequeno video fantástico filmado no Canhão do Poio Novo (Redinha/Pombal)

http://video.google.com/videoplay?docid=8156632040602646157

Anónimo disse...

muito interessante este post.
gostava k fizesse uns comentários relativamente a recente noticia de k a barragem do sabor vai mesmo ser construida.

Anónimo disse...

O pior é quando estes animais são confrontados pelos senhores caçadores .

joao disse...

Está bonito está!!Mentiroso sou eu e nao vou tão longe!