17 maio 2008

Abutre-negro: símbolo do bosque mediterrâneo.


Abutres-negros (Aegypius monachus) sobrevoam o fabuloso Vale das Batuecas, uma das mais belas paisagens Ibéricas.

O dia chega ao fim naquele escarpado vale mediterrâneo. Encontro-me num dos locais mais remotos da Extremadura espanhola e perante mim estende-se um impressionante bosque mediterrâneo. Terra votada ao esquecimento, por onde desfilam alguns dos maiores tesouros da Fauna Ibérica: o Lince-ibérico (Lynx pardinus), a Águia-imperial (Aquila adalberti), a Cegonha-negra (Ciconia nigra). Caminho em direcção ao topo do vale quando de repente uma sombra de grandes dimensões prende a minha atenção. Olho para o ceú e o espectáculo é sublime: uma das maiores aves do mundo, o Abutre-negro (Aegypius monachus), descreve um amplo vôo planado logo seguido por outro exemplar ainda maior (provavelmente a fêmea).
O Abutre-negro é a ave europeia de maior envergadura, ultrapassando os 2,5 metros! Habita nos locais mais recônditos do bosque mediterrâneo construindo os seus gigantescos ninhos preferencialmente sobre Sobreiros (Quercus suber) centenários. Os principais efectivos europeus encontram-se restritos à Extremadura e áreas limítrofes contabilizando-se no total pouco mais de 1000 casais reprodutores. O estatuto de conservação em Portugal (onde a nidificação é errática) é de Criticamente em Perigo enquanto que em Espanha é de Vulnerável.
A observação do seu vôo majestoso sobre uma serra recoberta de vegetação mediterrânea é um dos maiores espectáculos naturais observáveis na Península Ibérica...

4 comentários:

solas_na_mesa disse...

e graças ao CERVAS, eu sou um padrinho babado de um passarão deste calibre!

FilipeMarques disse...

Boa Noite

Eu gostaria de dar os meus parabéns pelo teu excelente trabalho ao serviço da Fauna ibérica, quer para aqueles que amam a natureza, quer para aqueles, e em especial, que precisam que a consciência ambiental seja despertada. Porque, espero sinceramente que desperte!!!!!!!!!?????

Bom trabalho.

Rui disse...

Fiz uma viagem a Espanha por Castelelo Branco qual o meu espanto no limiar da fronteira encontrei um magnifico bando de abutres negros com cerca de 20 espécies de agradável aparencia,passem por lá e contemplem.

Anónimo disse...

Parabens pelo trabalho de divulgação das belezas que natureza ofereçe aos habitantes deste planeta.
Este trabalho é o mais dificil, o de preservar a natureza,mas é gratificante ainda encontramos pessoas lutando pelo meio ambiente.
Sds,
ALIOMAR