19 fevereiro 2007

Garças-boieiras na cidade do Porto



Bando de Garças-boieiras (Bubulcus ibis) frequentam uma extensa veiga no limite Nordeste da cidade do Porto.

Frequentadora habitual das pastagens do Sul de Portugal a Garça-boieira (Bubulcus ibis) tem sido avistada com regularidade ao longo dos últimos meses na cidade do Porto. Trata-se dum bando de entre 10 a 20 animais que frequenta assiduamente os pequenos campos agrícolas da porção Oriental da cidade observando-se ocasionalmente nos terrenos contíguos aos nós de acesso da movimentadíssima Via de Cintura Interna. Sendo uma espécie pouco frequente em todo o Norte do país não deixa de ser curioso verificar que actualmente a cidade do Porto representa um dos poucos locais onde ocorre de forma regular.
A garça-boieira é uma ave com cerca de 50 cm de altura, muito branca, que forma colónias em bosques contíguos a linhas de água encontrando-se acompanhada frequentemente por outras garças ou cegonhas. Alimenta-se em pastagens e culturas de regadio (como arrozais) seguindo habitualmente o gado nas suas deambulações. Trata-se de uma espécie residente da Península Ibérica, não ameaçada, cuja população em meados dos anos noventa compreendia cerca de 70 mil casais reprodutores e cuja área de distribuição se encontra em expansão.

4 comentários:

Raul disse...

Olá Miguel

Já (as?) vi no Parque da Cidade, mais do que uma vez. À volta de uma dúzia de exemplares, em Dezembro e em Janeiro. Menos, anteriormente.
É cedo para tirar conclusões e relacionar com o aquecimento global, mas... Que são agora relativamente comuns e que antes não eram, lá isso...
Um abraço
Raul

Bernardo disse...

Moro no Porto e a frente da minha casa da para a quinta do hospital Conde ferreira, tenho-as avistado várias vezes sobretudo no final de outono inicio de inverno. Assim como para surpresa minha uma qualquer espécie de coruja que não sei identificar. Aliás avisto com cada vez mais frequência aves de rapina no Porto!

Anónimo disse...

Nunca diga a um alentejano q viu uma Garça Boieira... aqui são Carraceiros - muito comuns nestas por estas bandas.

Abraço....muitos parabéns pelo blog

Francisco

jvverde disse...

O fds passado vi um bando de algumas dezenas em Azurara, V. do Conde.
Não sei se são comuns por lá ou não, visto que não costuma lá ir.
Há dois anos vo um grupo no parque da cidade no início do outono, mas nunca mais as vi.
Tenho as visto com frequência no vale do Mondego e Por vezes também no vale do Certima (Sangalhos)
Um abraço
Isidro