27 setembro 2009

O Gato-bravo e a Lebre

Gato-bravo (Felis silvestris) com uma Lebre (Lepus granatensis) recém-capturada.

O Gato-bravo (Felis silvestris) é um dos mamíferos mais esquivos e menos estudados da nossa Fauna. O seu estatuto de conservação, segundo o Livro Vermelho dos Vertebrados de Portugal (Instituto da Conservação da Natureza), é de Vulnerável, assumindo-se um declínio acentuado da sua população nos últimos anos.
Trata-se de um predador que privilegia na sua dieta o Coelho (Oryctolagus cuniculus), a Lebre (Lepus granatensis), os roedores, como o Rato-do-campo (Apodemus sylvaticus) e as aves, principalmente os passeriformes. Enquanto a observação na Natureza de um gato-bravo é bastante difícil, a visualização de um lance de caça é um evento extremamente raro, mesmo para um indivíduo que dedique grande parte da sua vida ao estudo da Fauna Ibérica. 
A imagem que aqui se expõe assume por isso um significado especial. Nela se observa um gato-bravo fotografado às 6 horas da manhã do passado dia 6 de Setembro no Nordeste Transmontano, transportando pela boca uma lebre recém-capturada. Permite constatar a elegância felina deste animal tão secreto, comprovar a sua capacidade de caça, atestar a sua força no transporte de uma presa que pode atingir um peso semelhante ao seu.
Acima de tudo esta fotografia é o testemunho maior de um Portugal selvagem que há muito aprendi a admirar... 

11 comentários:

Anónimo disse...

Ol´´a

parabéns pelo blog, fantástica fotografia, não pode dar umas pistas sobre a zona onde foi tirada, isto é dentro do NE.

António Monteiro

Tiago Rocha disse...

Simplesmente espetacular. Este blog tem uma qualidade extremamente boa.

É uma espécie que admiro muito, e ao qual consigo reunir pouca informação do mesmo.
Na Beira Alta, á pouco tempo na Serra das Meadas, tive o conhecimento do abate de um gato-bravo, que foi embalsemado. Infeslimente.

miguel pimenta disse...

Parabéns pela foto.
Para quando um regresso ao Gerês?
Precisa de quem o apoie.
um abraço.

miguelbarbosa disse...

Boa noite António, Tiago e Miguel. Obrigado pelos comentários simpáticos sobre o blogue. A fotografia foi tirada num raio de trinta quilómetros da cidade de Bragança. Quanto ao Gerês quero regressar em breve... logo que o trabalho me deixar.

rui faria disse...

QUE CONTINUE MISTERIOSO E OCULTO de mentes criminosas e indecentes;E QUE NO FINAL PROSPERE!!!

Anónimo disse...

Fantástico!
Parabéns

Margarida Lopes Fernandes disse...

Fantástica imagem! E em terras que comecei a calcorrear há 20 anos à procura desta espécie...

Todas as ocorrências de gato-bravo são importantes, o conhecimento da distribuição é facto escasso:
http://portal.icnb.pt/ICNPortal/vPT2007/O+ICNB/Estudos+e+Projectos/gato-bravo.htm
lembra-se do meu pedido?
Quando puder disponibilize-as.
Bom trabalho

miguelbarbosa disse...

Olá Margarida, obrigado pelos seus comentários sobre o blogue.
O local onde esta fotografia foi obtida, bem como o de todos os outros registos de Gato-bravo no Nordeste Transmontano, foram já disponibilizados ao ICNB, nomeadamente ao Parque Natural de Montesinho.

Anónimo disse...

Muitos parabéns pelo Blog!!!!

Excelente foto, de uma especie de que se sabe tão pouco da sua real situação em territorio nacional.
Por duas vezes ja tive a felicidade de a observar, mas bem mais para sul.

Rui Caratão

Francisco Álvares disse...

Magnifico registo fotográfico de uma espécie tão desconhecida e dificil de observar. Sem dúvida, trabalhos como este permitem uma maior sensibilização da sociedade para os valores naturais que (ainda) possuimos. Parabéns!!

Francisco

Ricardo Rocha disse...

Belo registo.. ainda temos algum Portugal Selvagem para admirar !! =)